Educação Cristã

2º pilar da cosmovisão cristã

2º pilar da cosmovisão cristã

Cadastre seu e-mail e receba com prioridade nossos conteúdos

Em nosso último texto, vimos o primeiro pilar da cosmovisão cristã: uma visão correta sobre a criação. Hoje abordaremos o segundo pilar: uma compreensão certa da queda do homem em pecado.

Deus criou todas as coisas e fez tudo perfeito. Criado à imagem e semelhança de Deus, o homem era santo. Deus então fez com ele um pacto, o qual tem por termo teológico: Pacto das Obras. Neste pacto Deus falou ao homem que ele não poderia comer da árvore do conhecimento do bem e do mal e disse que se a sua lei fosse descumprida o homem morreria. Está também implícita a promessa de que se o homem fosse obediente a Deus teria vida eterna.

Enganado pela serpente e seduzido pelo desejo de ser igual a Deus, o homem se rebelou contra o Senhor. O primeiro casal comeu da árvore e por isso caiu em pecado. De santos e perfeitos eles passaram a ser pecadores imperfeitos. A imagem de Deus que eles carregavam foi deturpada pelo pecado. Sua mente, seu corpo, suas vontades e ações foram todas corrompidas por este terrível mal e a morte os atingiu.

Tal conhecimento é de extrema importância para nós educadores, pois com ele podemos entender que nossos alunos carregam em si a presença destruidora do pecado. Como Paulo diz: “pois todos pecaram e carecem da glória de Deus,” (Rm 3.23). Sim, não importa a idade, todos os homens tem pecado e tem a imagem de Deus deturpada em si mesmos. Davi também falou sobre isso ao dizer: “Eu nasci na iniquidade, e em pecado me concebeu minha mãe.” (Sl 51.5).

Tendo então a imagem de Deus distorcida sabemos que nossos alunos não desejam o que Deus deseja, não agem sempre como Deus quer que ajam, pensam o que não deveriam pensar, não conseguem enxergar a criação de maneira correta e por vezes não tratam ao seu próximo de maneira adequada. Este é o estado em que não apenas eles estão, mas todos nós também.

Hello,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre seu e-mail e receba com prioridade nossos conteúdos