Educação Cristã

Educação: responsabilidade da escola ou dos pais?

Educação: responsabilidade da escola ou dos pais?

Cadastre seu e-mail e receba com prioridade nossos conteúdos

Se vamos falar de educação, precisamos primeiro entender o que significa.

O que é educação?
Educar vem do latim educare que significa, literalmente,
“conduzir para fora” ou “direcionar para fora”. O termo latino educare é
composto pela união do prefixo ex, que significa “fora”, e ducere, que
quer dizer “conduzir” ou “levar”.

Segundo um artigo, A “Educação” é como um fenômeno social, ou uma
prática, ou um fazer social, difuso, por intermédio do qual (dos quais) uma
sociedade modela ou institui os novos membros que vêm ao mundo,
incutindo neles suas significações imaginárias, seus valores, definindo o
que é (existe) e o que não é (não existe), o certo e o errado, o que pode e
o que não pode”.

Então, resumindo, Educação é educar para fora, educar para o mundo,
para a vida, para o futuro.

E o que a Bíblia diz?
Em tudo na vida, precisamos olhar para trás, diferente da negligência de
nossa sociedade em relação ao passado, precisamos olhar para trás, e
para a Bíblia, que é e deve ser o nosso manual de fé e prática.
Em Deuteronômio 6: 5 – 9

Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua
alma e de toda a tua força. Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão
no teu coração; tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em
tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-
te. Também as atarás como sinal na tua mão, e te serão por frontal entre
os olhos. E as escreverás nos umbrais de tua casa e nas tuas portas.
A educação é responsabilidade dos pais – foi a eles que Deus ordenou que
inculcasse de forma insistente, em todas as oportunidades, a Palavra, o
conhecimento aos filhos.

Então a responsabilidade é dos pais, mas e a escola? Quando entrou em
cena?

Na antiguidade a educação era uma preocupação dos pais e era
normalmente feito em casa. Na medida que a sociedade ficava mais
complexa, a educação formal foi sendo valorizada, inicialmente, na Grécia
antiga e durante muito tempo, foi privilégio apenas dos privilegiados
economicamente, e depois, apenas nos últimos dois séculos, depois do
iluminismo, cresceu-se a popularização da escola – democratizando essa
educação.

A partir daí, a escola entra em cena na vida de muitas famílias e vem
ganhando espaço no processo educacional das gerações.
As famílias estavam preocupadas com a educação, querendo oferecer
sempre mais aos seus filhos, e a escola entra em cena!

A escola entrou para contribuir com as famílias no cumprimento de sua
responsabilidade de educar, então, sim, é papel da escola, o educar, mas…
as famílias se perderam de vista o foco da educação.

Por que as escolas perderam o foco educação?
A realização profissional cada vez toma mais espaço em nossos corações,
por outro lado, um mercado de trabalho acirrado, conduz pais e mães a
passarem cada vez mais tempo fora de casa, e acabam delegando para a
escola, a educação quase que integral de seus filhos, porque eles chegam na
escola muito cedo e saem já tarde, cansados querendo cama!

E acabamos por ter pouco tempo em casa com os nossos filhos, e o que é
mais preocupante é que ainda não entendemos qual a meta da educação
a que Deus nos chama!

Estamos tão envolvidos e preocupados com o mercado de trabalho. Que o
nosso foco total e preocupação é se os nossos filhos serão capazes de
serem bem sucedidos profissionalmente e minimizamos todo o resto,
porque simplesmente esquecemos da meta da educação.
Deus nos entregou almas eternas, como responsabilidade para amar,
cuidar, proteger e ensinar.

Mostramos a nossa limitação quando olhamos apenas para o mercado de
trabalho, e tomamos a decisão em relação a escola que os nossos filhos
vão estudar.

Se, seus filhos são a imagem e semelhança de Deus e foram feitos para a
sua glória, essa é uma missão, uma meta que eles precisam alcançar e
Deus colocou essa missão em suas mãos de até a fase adulta, formar os
seus filhos para serem mais parecidos com Cristo!

Essa é a nossa missão. Precisamos ter isso em mente antes de tomar
qualquer decisão em relação a educação dos nossos filhos.
Algumas pessoas têm tido dificuldade de enxergar a escola como um meio
de alcançar essa meta, e tem assumido, com as dificuldades que temos
vivenciado esses dias, com os filhos em casa, fazendo homeschooling.

Elas estão erradas? Elas entenderam isso. E estão tentando conduzir seus
filhos a imagem de Cristo.

O que não podemos continuar fazendo, é focando as nossas escolhas em
coisas que não tem nada a ver com a salvação da alma dos nossos filhos,
então me lembro da parábola do homem que ajuntava riquezas e quando
ele para se regalar, Deus diz: Louco! Hoje mesmo pedirão a tua alma, para
quê será?!

Não estou dizendo com isso que devemos negligenciar a educação dos
nossos filhos. De forma alguma. Estou trazendo razão para a escolha que
fazemos em relação a educação deles, sobre prioridade.

O caminho verdadeiro para a felicidade e sucesso, através da Educação
Em 2 Timóteo 3: 16, 17 Paulo diz assim para Timóteo:
Toda a Escritura é inspirada por Deus, e útil para o ensino, para
repreensão, para correção, para educação na justiça;
17 a fim de que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente
habilitado para toda a boa obra. (2 Timóteo 3: 16, 17).

Ele diz que devemos ensinar aos nossos filhos à luz da Bíblia, que é
divinamente inspirada, ou seja, perfeita, e proveitosa para ensinar,repreender, corrigir e instruir na justiça para que o homem seja perfeito e perfeitamente habilitado para TODA boa obra!
É aqui que o nosso criador nos ensina o caminho para felicidade e o
sucesso.

A Bíblia é um manual completo e nos oferece todos os recursos para
conduzirmos os nossos filhos nO caminho, pois ó existe um caminho para
a verdade e a vida! E a nossa missão é essa.

Temos a nossa idéia de sucesso, mas precisamos entender qual o conceito
de felicidade e sucesso, de acordo com o próprio Deus.
Porque os nossos planos são falhos, mas o plano de Deus é perfeito.
E a Sua Palavra, como explicita o texto acima, está pronta para formar
homens de Deus perfeitos, e perfeitamente habilitados para a boa obra.
E então, como devo escolher a escola para meus filhos?

Eu li alguns livros que têm me falado muito ao coração dentro desse tema,
mas um deles foi Voddie Balchum em família guiada pela fé.
Ele traz e ele fala muito bem sobre a importância de uma cosmovisão
cristã, quando educamos os nossos filhos, trazendo sempre para eles, a
visão de Deus para cada e todas as situações.

Devemos oferecer, como Paulo explicou a Timóteo, uma educação
cristocêntrica aos nossos filhos, uma educação centrada em Cristo!
Deus é o Deus de todo o conhecimento, se eu aprendo ciências, ela deve
me levar a ficar encantada e impressionada com a perfeição de Deus,…
devemos louvar a Deus pela sua impressionante e exuberante criação!

Estudar matemática e perceber como Deus é organizado… Estudar a história e perceber como Deus tem operado ao logo desses
milhares de anos e aprender mais sobre quem Ele é…
O conhecimento, deve nos aproximar, aproximar os nossos filhos de Deus
e não afastá-los!

Se continuarmos tomando decisões sobre a escola que os nossos filhos vão
estudar baseados em quão bons engenheiros eles serão, talvez, eles sejam
excelentes engenheiros, mas estarão perdidos, dando passos largos para o
inferno!

Como eu disse, não devemos negligenciar a sua educação, mas quando
somos verdadeiramente cristãos, entendemos o nosso chamado à
excelência, a fazer tudo como para o Senhor, se os ensinarmos a amar o
Senhor, os estaremos ensinando a amar o conhecimento, porque Cristo é a
sabedoria de Deus, todo o conhecimento vem dEle e nos leva para Ele!

Se vamos contar com uma escola como parceira na educação do meu
filho, tenham em mente a sua responsabilidade, a meta que Deus te dá na
criação do seu(ua) filho(a) e tomem uma decisão consciente, escolhendo
uma escola cristã, que estará unido com sua família na missão de torna-
lo(a) mais parecido com Cristo.

Atenção!
Estamos numa guerra contra a família.
Estamos numa guerra contra os princípios e valores cristãos.
Precisamos estar atentos para não sermos enganados, para não sermos
distraídos com coisas aparentemente mais importantes.
Nosso foco é criar os nossos filhos para Deus, para serem cada vez mais
parecidos com Cristo! Esse é o plano perfeito de Deus para nós e para
nossos filhos!

Que Deus nos encha de sabedoria, que nos capacite e nos conduza a
obediência, para que possamos colher os frutos disso, vendo os nossos
filhos andando nos caminhos do Senhor, sendo luzeiros nesse mundo que
jaz em trevas!

Andressa Oliveira

Hello,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre seu e-mail e receba com prioridade nossos conteúdos