Disciplina

Ensinar os filhos a obedecer significa proteção!

Ensinar os filhos a obedecer significa proteção!

Cadastre seu e-mail e receba com prioridade nossos conteúdos

Você já se sentiu cansado em relação à educação de seu(sua) filho(a)?

Quantas vezes você mandou que o seu(sua) filho(a) fizesse algo e ele(a) te desobedeceu?

Quantas vezes você se deixou levar pelas reclamações, choro ou birra e mudou o seu comando, acatando o desejo do(a) seu(sua) filho(a)?

Quantas vezes você já o(a) viu fazendo algo errado, e estava tão cansada ou preocupada com outras coisas, que deu vontade de deixar para lá?

Um dos grandes desafios de nós, pais, é ensinar os nossos filhos a obedecer.

Não é uma tarefa fácil, mas, com certeza, uma tarefa executável.

A Bíblia diz que Deus não nos entrega nada que não possamos executar ou que Ele não nos capacite a fazer, portanto, se você é mãe, é porque Deus escolheu você para desempenhar este papel e ser benção na vida de seu(ua) filho(a).

Mas, por que é importante obedecer?

Nossos filhos precisam nos obedecer porque Deus ordenou que Eles obedecessem e honrassem seus pais. É um mandamento, e, portanto, deve ser executado.

Deus é perfeito em todos os seus caminhos.

E um de nossos papéis, quanto pais, é proteger os nossos filhos.

Quando falamos sobre segurança, seríamos capazes de fazer qualquer sacrifício para que os nossos filhos estivessem seguros.

Se você e seu filho caíssem em mar aberto e só houvesse espaço para um em um bote ou salva-vidas, desconsiderando qualquer outra possibilidade, ou você ou ele. O que você faria?

Muito provavelmente sua resposta foi: Claro, que minha escolha seria o meu filho.

Estamos dispostos a dar até a nossa própria vida em favor da segurança de nossos filhos.

Então, antes de seguirmos, precisamos entender que OBEDIÊNCIA é PROTEÇÃO!

Os pais foram colocados por Deus como autoridade na vida de seus filhos, como mestres que devem ensinar, orientar e proteger.

Nossos filhos estão em risco todos os dias.

No mundo digital:

– risco de ser influenciado a fazer mal aos outros ou a si mesmo;

– risco de ser exposto a conteúdos impróprios;

– risco de expor a sua sexualidade;

– risco de expor sua identidade a estranhos e se colocar em risco.

Na rua:

– risco de ser atropelado;

– risco de ser enganado e levado por estranhos;

– risco de se perder.

Na escola:

– risco de se envolver em brigas;

– risco de ser pego fazendo algo errado;

– risco de ser exposto por conversas e conteúdos impróprios pelos amigos;

– risco de ser colocado a prova através de desafios nocivos.

Em casa:

– risco de levar um choque;

– risco de se queimar, principalmente, na cozinha;

– risco de ser exposto a conteúdos impróprios na TV ou em outra mídia.

Imagine você na rua com seu filho, andando de mãos dadas, de repente, seu filho se distrai, solta sua mão e vai andando, você olha é vê um caminhão vindo em sua direção. Seu coração vai à boca, e na mesma hora, você diz: PARE!

Ele pode obedecer ou pode negligenciar o seu comando e continuar correndo.

O que acontecerá caso ele opte pela desobediência?

Ele também se colocará em risco, caso ele não te obedeça em relação ao tipo de jogo, que ele pode jogar na internet, a não colocar o dedo na tomada, a não tocar na panela de água quente, a não conversar com estranhos, etc.

Portanto, investir tempo na vida de nossos filhos, ensinando-os a obedecer, é SEGURANÇA… é VIDA!

Não permita se sentir cansada para essa tarefa.  

Ensinar seu filho a obedecer vale cada milímetro do teu esforço!

Hello,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre seu e-mail e receba com prioridade nossos conteúdos